Entenda quais modificações de carros são permitidas pela lei

Se você é daqueles que adora fazer uma modificação no carro e ama deixar o seu veículo cada vez mais tunado, saiba que existem leis no nosso país que proíbem determinados tipos de mudanças. Acompanhe e conheça quais delas podem ser feitas e personalize o seu automóvel com mais tranquilidade.

Um ponto muito importante e que deve ser sempre observado é com relação às determinações do Departamento de Trânsito da região em que você mora, afinal, conhecer os detalhes da lei pode fazer toda a diferença e evitar que você tenha dor de cabeça com a mudanças no carro.

O que é permitido?

Uma modificação muito comum entre os apreciadores de carro é o rebaixamento. Ele é permitido, desde que obedeça ao que a legislação estabelece. A lei destaca que é preciso deixar uma altura de no mínimo cem milímetros entre a carroceria e o solo. Outro detalhe que deve ser obedecido é que tanto os pneus, quanto as rodas não devem tocar partes dos veículos ao serem realizados testes do Detran.

Outra alteração permitida é a utilização de insulfilm. Mas não pense que é apenas aplicá-lo de qualquer forma, viu? De forma geral, os departamentos de trânsito costumam fazer uma avaliação detalhada desse item, que deve obedecer às seguintes indicações:

  • A transparência no para-brisa deve ser de pelo menos em 75%;
  • Já para os vidros dianteiros, o valor mínimo de transparência é de 50%;
  • Quando se trata dos vidros da lateral traseira é preciso no mínimo 70% de transparência.

Por fim, o vidro da traseira do automóvel deve obedecer a marca de 28% de transparência. É muito importante dar atenção a estas questões ao passo que se faça uso de acessórios para veículos.

Assim, fique de olho nos limites e aplique o insulfilm adequado para cada área do veículo.

Itens proibidos

Um farol que é conhecido como “farol de xenon” apresenta lâmpadas formadas pelo gás xenônio. Por meio desse gás, as luzes apresentam-se brilhantes e muito intensas. Esse acessório é muito apreciado por pessoas que gostam de tuning.

Quando são instalados na fábrica, os faróis convencionais possuem uma espécie de regulação para evitar que o brilho ofusque a visão dos motoristas e cause sérios acidentes. Já os faróis de xenon não possuem esse sistema e podem ser causar um problema de segurança bem complicado.

Esse item é proibido e não deve fazer parte das modificações que você realiza no seu carro. É importante lembrar que todos os faróis que não apresentem um sistema de segurança para evitar o ofuscamento podem rendem uma multa para os condutores dos veículos nessa condição.

Nos últimos anos as telas e centrais multimídias têm se popularizado bastante nos carros. O que quase ninguém sabe é que elas podem ser uma fonte de distração para os condutores e podem trazer problemas para a segurança do automóvel.

De forma geral, os carros podem sim possuir centrais desse tipo, mas elas não podem apresentar conteúdos animados como filmes ou vídeos.  Esse recurso é proibido por lei e só pode ser utilizado pelos passageiros do veículo. Na parte da frente apenas o GPS é permitido por lei.

Rodas esportivas

Uma queridinha entre os amantes de automóveis é a roda esportiva. Com um design diferenciado, as rodas são cobiçadas por diversos motoristas e amantes do ramo automobilístico.

A lei também traz algumas exigências sobre as rodas e determina que elas não ultrapassem o para-lamas do veículo. O diâmetro também deve ser observado e deve permanecer o mesmo das rodas originais. Uma dica importante é sempre escolher profissionais capacitados para realizar a escolha e troca das suas rodas esportivas.

Por fim, vale a pena lembrar dos envelopamentos que podem auxiliar na conservação da lataria do veículo. A mudança é permitida, mas exige comunicação ao Detran caso o envelopamento ultrapasse 50% do carro e também caso exista mudança de cor do carro.

Leave a Reply